Nasa testa estufas infláveis de sistema hidropônico

A Nasa, a agência espacial norte-americana, e a Universidade do Arizona estão trabalhando juntas para enfrentar um dos maiores desafios para a viagem até Marte: comida. As duas organizações estão testando protótipos de estufas infláveis nas quais os astronautas poderiam plantar frutas, legumes e verduras para se alimentarem durante a viagem e a estadia no planeta vermelho.

 A estrutura recebeu o nome de Prototype Lunar/Mars Greenhouse (PLG), algo como “Protótipo de Estufa Lunar/Marciana”. Ela é composta por uma estufa tubular inflável com 5,5 metros de comprimento e 2,2 metros de diâmetro. Além de permitir o cultivo de plantas, ela também será responsável por até revitalizar o ar: o dióxido de carbono expirado pelos astronautas pode ser usado pelas plantas para fazer a fotossíntese e gerar oxigênio durante as viagens para Marte. Por isso, é considerada um sistema biorregenerativo de suporte à vida (BLSS, na sigla em inglês).

O diretor do Centro para a Agricultura em Ambiente Controlado na Universidade do Arizona, Doutor Gene Giacomelli, explica que eles estão a “recriar o que as plantas teriam se estivessem na Terra, e usar esses processos para garantir vida. O sistema completo desta estufa lunar representa, em pequena escala, os sistemas biológicos que temos na Terra”, observa.

O planeta vermelho continuará no foco dos investigadores da Nasa. Há um trabalho previsto para 2020 em uma região do planeta onde o ambiente é favorável à vida e onde se procurarão amostras de vida passada para posterior análise na Terra. 

Tags: NASA cultivo sem solo Marte sistema hidropônico Prototype Lunar Mars Greenhouse Universidade do Arizona

Compartilhar

Relacionados

Conversar no Whatsapp